A ADVISE CONSULTORIA & PLANEJAMENTO EIRELI / ADVISE, registrada sob o CNPJ de n°07804258000190, teve uma pesquisa impugnada na cidade de Guarabira. O órgão julgador percebeu as inúmeras irregularidades e as ausências de elementos referentes à legalidade da pesquisa, que não apresentava a maioria dos elementos mínimos para a aplicação da mesma, conforme cita a decisão:
“Observa-se do questionário que não há referência alguma à lista de candidatos a vereadores que
já possuem registro formalizado., e que deveriam ser apresentadas ao entrevistado, ferindo ,
assim, o artigo terceiro da Resolução 23 600/2019.
Outrossim, não se verifica a fonte do pagamento da pesquisa.
Verifica-se, também, que a primeira representada tem como proprietário servidor público da Prefeitura de Guarabira, e a segunda representada presta serviços de publicidade para a
mencionada edilidade, conforme documentos apontados na exordial, o que põe em dúvida a
imparcialidade de tal pesquisa”
A empresa acima citada registrou no site do TSE uma pesquisa que ocorrerá na cidade de Dona Inês, com isso, muitas dúvidas surgiram sobre o grau de confiabilidade desta pretensa pesquisa, pois, como a empresa já se envolveu neste escândalo na cidade de Guarabira, torna-se compreensível fazermos ressalvas quanto ao grau de fidedignidade que possa vir de pesquisas feitas por essa empresa, visto que, na ocasião, a empresa tinha fortes laços com o prefeito da cidade, com pessoas ligadas à empresa ou a contratação de seus serviços tendo vínculos com a prefeitura da cidade supracitada.

Fonte: GRUPO DE WHATSAPP

comentários